A partir de hoje, faça o bem!

 

Certa vez assisti a um filme que se chamava “Uma noite sobre a Terra”. Este título jamais saiu de minha cabeça. Basicamente é uma história em cinco episódios, que ocorrem na mesma noite, envolvendo cinco motoristas de táxi e seus passageiros, em cinco cidades diferentes: Los Angeles, Nova York, Paris, Roma e Helsinki. Em todas algo da vida. Trabalho, cultura, condição, morte. Um debate inusitado sob pontos de vista diferentes.

Um exercício que faço sempre é imaginar o que ocorre neste momento, com as pessoas em vários pontos do planeta. O diretor roubou minha idéia! Imaginem o que está acontecendo, por exemplo, em Keppi Mappi Papua, em Papua. E em Gobernador Gregores, Argentina? Talvez em Campo Novo do Parecis, Mato Grosso. Com o Google Earth ficou muito mais fácil pesquisar estas paragens. Digite estes nomes e encontrará facilmente estes rincões. Nosso país está cheio deles.

Entretanto, a tecnologia não traduz o fundamental, a essência. Por mais que tenhamos recursos de imagens, altimetria, relevo e clima, o humano não aparece nas fotos. Somente estando nos lugares é que podemos senti-los, vivê-los e experimentá-los. Quando se está tudo é diferente, mais vivo e intenso. Nada substitui o presente.

Nesta época é que se fala muito disso, presente. Este ano vivi mudanças profundas em minha vida. Trabalho, pessoas, eu mesmo fui radicalmente mudado por acontecimentos meus e do ambiente. Uma das coisas que colaborou com isso foi o presente. Estive intensamente junto de tudo, acompanhando de perto o que acontecia.

Meus alunos, minha família, amigos. Mesmo que por poucos momentos, eu estive lá. Neste ano fiz pequenas viagens de bicicleta. Presente! Mudei meu trabalho. Presente! Assisti às mudanças em meus alunos. Presente! Clarinha se desenvolveu. Presente! Fizemos festa em família. Presente! Até vinho tenho na casa. Presente!

Época de desejar a todos um bom fim de ano e felicidades para tudo que venha. Mas, tenha sempre em mente que o humano não se vislumbra de longe, distante. O que deve estar ocorrendo em Keppi Mappi Papua, Gobernador Gregores e Campo Novo do Parecis não é nada diferente do que aqui e agora. Os desejos, necessidades e paixões, também nesses lugares são humanas. As crianças, com seus sonhos e energia, seja papuásia, argentina ou mato-grossense, tem a mesma delicadeza de minha filha, seus sonhos e esperanças.

 

Por isso tudo, antes de fazer retrospectivas e planos para o futuro, esteja no presente e observe a sua volta. As coisas que você pode pegar, sentir, viver estão à sua mão, não a um “clic”.

Na ocasião do apagão que deixou mais da metade do Brasil às escuras, perguntei aos meus alunos o que ficaram fazendo enquanto a energia não voltava. Muitos descobriram seus pais, irmãos e vizinhos. Estavam todos ali, simplesmente por que a televisão, o computador, a internet não funcionava.

Em uma noite sobre a Terra, muita coisa pode acontecer. Cheiros, sabores, cores e sons podem te surpreender e fazê-lo descobrir, inventar, rever. Que neste fim de ano você se sinta acolhido por sua consciência tranqüila e a sensação de dever cumprido. Faça o bem, no mínimo pela moral e pela ética. Afinal, é época de presente!

 

Giuseppe Ricardo Passarini

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s