Eu sou ela

Eu não tomo a rua por assalto,
Eu ocupo só uma fração deste asfalto.
Eu quase não tomo espaço,
Os motorizados ficam, eu passo.
Eu não sou assim todo espaçoso
Não poluo, não mato, não corro
Eu não sou criminoso.
Eu não sou ele (o carro)
EU SOU ELA,
Eu sou a Bicicleta!
Eu sou multifuncional
Sou prática e usual
Pro transporte, lazer e pro atleta.
Não tenho motor
Mas acelero o coração
Não sou o amor
Mas conduzo à emoção…
Os que apreciam a paisagem calmamente,
Os que não foram granjeados pela serpente
Da pressa, da aflição e da desumanidade,
Que transforma em bestas-feras
As pessoas desta cidade.
De Bicicleta em Bicicleta,
Em respeito à Terra
E ao que possam os Humanos sonhar
Um novo mundo possível
As Pessoas podem me pedalar! 

Anúncios
Esse post foi publicado em Cicloativismo e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Eu sou ela

  1. Coyot disse:

    Estou de pé em frente ao computador batendo palmas

  2. MARIA ELOISA disse:

    Sou ciclista a 30 anos, na cidade de São Paulo, então sei dos perigos que enfretamos. Precisams de alguém que nos represente na Assembléia Legislativa. Acessem meu site ( http://www.elopv.com.br)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s